Subscribe:

Ads 468x60px

Arquivos

terça-feira, 16 de abril de 2013

Decoração e Pets - Saiba mais acesse: www.jacklendantas.com

Decoração x Pets

Dicas para uma boa convivência com os pets

                      acesse: www.jacklendantas.com



Já que estamos falando de decoração para quem tem animais de estimação, vou indicar um tecido para os estofados ideal nesses casos. Se você deseja ter em casa um ambiente que alia a sofisticação e a beleza do couro com a praticidade e durabilidade dos tecidos sintéticos, a dica é investir nos diferentes tipos de couro sintético. Versáteis, eles têm o aspecto muito parecido com o natural e o preço bem mais em conta. Com uma grande variedade de cores e texturas, o couro sintético pode ser usado em mesas, pufes, cadeiras, sofás e acessórios.

É importante esclarecer a diferença entre os couros sintéticos e os ecológicos. Em uma entrevista na Folha de S.Paulo, o responsável pelo laboratório de couros e calçados do Instituto de Pesquisas Tecnológicas, Luiz Carlos Faleiros, fala que o couro sintético não é nem couro nem ecológico, já que é feito de PVC, um derivado de petróleo.

Já o couro ecológico é feito da pele de animais, como peixes, rãs e principalmente de bovinos. A diferença está no processo de curtimento: em vez do uso de metais pesados, são usadas substâncias alternativas, como os taninos vegetais, isentas de aditivos poluentes. Por conta disso, o preço desse tipo de couro é maior do que o tradicional. Por isso, cuidado para não comprar gato por lebre!

O sofá de couro sintético fica lindo na composição da sala

Já na piscina…

Quem tem cachorro e piscina sabe que o perigo é constante para os bichinhos. A arquite.ta B.ianca Duarte dá algumas dicas:

- Para quem tem cachorro que costuma entrar na água, uma das soluções é a rampa de segurança levemente inclinada, com furos e texturas que criam uma superfície não escorregadia, onde os animais podem andar e saltar para a segurança da “terra firme”. Essas rampas sempre são fabricadas na cor branca, porque os animais podem ver o branco durante o dia e a noite. Ao buscarem uma fuga em situação de risco, eles são atraídos pelo branco.

- Redes, lonas ou cercas também resolvem o problema.

- Para quem ainda vai construir ou reformar a piscina, a melhor e mais definitiva solução é construir um “degrau”, como se fosse uma parte bem rasa em um dos lados da piscina, para que os animais possam entrar e sair da água com facilidade.









Fonte: http://g1.globo.com/platb/jornal-hoje-hojeemcasa/2011

======================================




Para projetos, reformas, decoração,
 consultorias ( modalidade de menor custo )

 acesse: www.jacklendantas.com


Acesse: www.jacklendantas.com

ou pelo e-mail:

falecom@jacklendantas.com